| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Aos Adventistas
Desde: 15/02/2003      Publicadas: 46      Atualização: 12/04/2012

Capa |  Adventismo  |  Doutrinas  |  Downloads  |  Ellen White  |  Refutação aos Comentários  |  Refutação por Versículos


 Adventismo

  15/11/2011
  1 comentário(s)


A igreja Adventista é uma seita? Parte 4: G. Miller, segundo Ellen White


Depois de um breve resumo da formação de Guilherme Miller, Ellen White disse que Miller "[...] deixou de lado as opiniões preconcebidas, dispensou comentários e usou apenas as concordâncias das referências bíblicas" (O Grande Conflito,1975, p. 319).Grave bem essa declaração dela, pois em uma futura postagem mostrarei que a justificação dela para a grande decepção é o oposto dessa afirmação.

Além disso, Ellen White diz que "anjos estavam guiando a compreensão de Miller" ( O Grande Conflito,1975, p.320). Observe que o entendimento de Miller que estava sendo orientado por anjos.

UM ANJO SE MATERIALIZOU PARA SALVAR MILLER:

"Santos anjos, porém, estavam na multidão, e um deles, certa vez, sob a forma de homem, tomou o braço desse servo do Senhor e pô-lo a salvo da turba enfurecida. Sua obra ainda não estava terminada, e Satanás e seus emissários viram seus planos frustrados." ( O Grande Conflito, p 337)

Ellen White reveste Guilherme Miller de autoridade profética dizendo: "Assim como Eliseu foi chamado [...] também Guilherme Miller foi chamado para deixar o arado e desvendar ao povo os mistérios do reino de Deus" (O Grande Conflito ,1975, p.330).


A comparação é presunçosa, dificilmente Miller teria tal concepção de si mesmo. Mas o que revelou a sequência dos fatos faz com que essa declaração de Ellen White seja vazia e indigna de credibilidade. Um pouco de leitura da história (bíblica) de Eliseu e a de Guilherme Miller os afasta de qualquer comparação, a não ser que a profetisa queira conceder autoridade divina ao "idealizador" de sua principal doutrina. Depois ela afirma que "em quase todos os lugares que Miller pregava resultava em avivamento"(WHITE,1975, p.331). Miller também era um avivalista!?

Um acontecimento natural foi combustível para que a mensagem de Miller sobre 1844 fosse aceita. Uma chuva de meteoros foi vista nos EUA de proporções alarmantes, então de forma alvoroçada associaram aquele evento com Mateus 24:29 e Apocalipse 6:13. Ellen White afirmou: "apareceu o último dos sinais que foram prometidos pelo Salvador como indícios de Seu segundo advento" (WHITE,1975, p.332 grifo meu).



Foi Ellen White que disse que a chuva de meteoros foi o ÚLTIMO sinal antes da volta do Senhor! Ela dizia isso, pois a esperança da volta do Senhor em 1844 ardia no coração do grupo adventista. Se, os adventistas de hoje, estão esperando a volta literal do Senhor ele não precisam esperar mais sinal algum após a chuva de meteoros em 1933!



Às vezes alguns acontecimentos têm chamado a atenção de cristãos para a proximidade da vinda do Senhor Jesus. Isso aconteceu com o tsunami, terremotos e atualmente com o aquecimento global (compare com Lucas 21:25). Mas a insistência inadequada de certos acontecimentos com o intuito de promover a autenticação de um movimento religioso, leva a erros que dificilmente são abandonados. Parece mais importante a autenticação do grupo do que aceitar que errou e corrigir, de acordo com a verdade (A Bíblia e o Futuro ,1989. p.177,178).


Se o acontecimento fosse o real cumprimento de Mateus 24:29 a vinda de Cristo se daria logo em seguida, pois a passagem diz assim: "...as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados. (30) Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do homem...".


O termo "então" no original grego é um "[...] advérbio demonstrativo de tempo, denota "nesse ou naquele momento"[...]" (VINE,2002, p. 596). A interpretação de Ellen White é órfã também de apoio linguístico.



Não me interessa se esse "sinal" foi tão visível assim, ou uma repetição de acontecimentos naturais. Discutir com os adventistas nessa perspectiva desloca o que é realmente importante.



Tem-se dito que um texto fora do contexto é pretexto e os adventistas lamentavelmente tem incorrido nessa forma ilícita de interpretação bíblica. Quanto ao versículo contrabandeado de Apocalipse 6:13, aplica-se a mesma regra dita acima.



Nas páginas 334 e 335 do livro O Grande Conflito, Ellen White assegura que Miller era 'muito sábio', convencia multidões, entre eles sábios. Afirma que ele era amoroso, afável e capaz de refutar o erro. Outra declaração que ela mais adiante no livro negará veladamente, mesmo que inconscientemente.



Miller foi líder de um movimento, movimento esse que ele mesmo depois negou sua legitimidade, e com boa razão, pois o ideal, a força motriz desse movimento era a volta de Cristo em 22 de outubro de 1844, o que o próprio Jesus negou que sabia, ou que revelaria (Mt 24;36; At 1:7).



Ellen White sucumbe no orgulho denominacional e afirma que as igrejas na época de Miller se tornaram anti-biblicas: "[...] o ministério popular minava a fé na palavra de Deus." (WHITE, 1975, p.335). Isso é comum de seitas, se sentirem os restauradores únicos e ideais da verdade teológica.



As igrejas protestantes dominantes naquela época eram Batistas, Metodistas, Presbiterianos, Congregacionais e Anglicanos. Que dentro de todos esses seguimentos tiveram líderes que abraçaram o liberalismo teológico não se nega, mas dizer que essas igrejas, com suas confissões históricas, ou mesmo, na maioria dos líderes, eram culpadas de produzir impiedade e incredulidade, é ilusão. Ou engano deliberado.



Ellen White se contradiz, pois em uma inversão de valores, agora ela afirma que as igrejas disciplinavam, mas os que acreditavam na mensagem de Miller. Veja: "[...] as igrejas começaram a tomar providencias disciplinares contra os que tinham abraçado as opiniões de Miller"(WHITE,1975, p.336). Não desconfiando do que ela disse, deve-se perguntar a qualquer adventista: Essas igrejas estavam tomando providências contra pessoas que aceitaram uma data para volta do Senhor Jesus, certo? Não estavam na verdade protegendo os membros contra a decepção que viria em 22 de outubro 1844?



Ela continua sua investida contra as igrejas protestantes, por essas não explicarem as profecias do jeito de Miller: "Assim seguiram as igrejas protestantes nas pegadas dos romanistas [...] as igrejas protestantes alegavam que uma parte importante da Palavra de Deus " parte que apresentavam verdades especialmente aplicáveis ao nosso tempo " não podia se compreendida" (WHITE,1975, p.340). A mensagem de Miller parecia que era o ponto de convergência e o teste entre a fé e a incredulidade.



Muitos estudiosos sentem a dificuldade de se posicionarem em o que dizer sobre certas profecias. Isso especialmente é mais temor de atribuir à Palavra de Deus algo errado, fazendo que muitos outros sigam o mesmo erro, do que falta de fé, consagração ou investigação. Essa postura leva ao exagero de não pregar profecias bíblicas, mas deve-se ter em mente a atitude que leva muitos a agirem assim.



Um dos maiores teólogos da igreja cristã, João Calvino, não comentou o livro de Apocalipse em sua prodigiosa obra ao comentar os livros da Bíblia. Outros, de igual calibre, fizeram seus comentários. Mas não se pode jogar com as vidas como foi feito pelo movimento Adventista antigo e posterior. E, se eles procuram outros que assim o fizeram, o problema não se resolve aumentando a lista de companheiros proféticos.



Guilherme Miller estava tentando como tantos outros. E se decepcionou como os tais.Vinte e dois de outubro de 1844 veio, mas Cristo não veio. Milhares de pessoas ficaram em plena desilusão. Estima-se que 50 mil pessoas ficaram esperando Cristo voltar na "pedra da ascensão".



Caso esses olhassem com atenção ao que o Senhor Jesus em Mt 24.36 JAMAIS teriam ficado desiludidos, nem teriam se desviados das igrejas cristãs da época.



Para Ellen White, Miller estava certo. E as evidências, os anjos, Deus e a Bíblia estavam do lado dele. Nisso, ela também se enganou!
Postado por Luciano às 14:38






Capa |  Adventismo  |  Doutrinas  |  Downloads  |  Ellen White  |  Refutação aos Comentários  |  Refutação por Versículos
Busca em

  
46 Notícias